Tag: piscinas

Como manter a piscina limpa mesmo no inverno

Mantenha a sua piscina pronta para o próximo uso, mesmo que demore, pois assim você evita gastos desnecessários e conserva os materiais de revestimento.

Representando uma fonte de lazer de grande importância, a piscina não só está associada à prática de esportes, mas também garante um momento de relaxamento e descontração quando se está sozinho ou com amigos e família. 

Sendo assim, é de extrema importância manter a piscina limpa, uma vez que os processos de desinfecção da água têm como objetivo atuar na inativação ou destruição de organismos patogênicos que são capazes de desenvolver doenças indesejáveis.

Mas como manter a piscina limpa?

O tratamento normalmente utilizado para limpeza de piscinas é a desinfecção por derivados clorados como, por exemplo, o ácido hipocloroso, também conhecido como água sanitária. 

Esses derivados possuem uma eficiente ação bactericida, mas possibilitam a formação de organismos indesejáveis e prejudiciais à saúde.

Portanto, vale considerar outros processos alternativos que podem atuar na desinfecção da água, evitando a formação de compostos. 

Dessa forma, podemos utilizar cloro combinado, também conhecido como cloraminas, o dióxido de cloro e a ozonização.

No entanto, é recomendável que seja feito um estudo de eficácia do cloro, considerando o tempo de contato ideal, a concentração que deve ser aplicada na piscina, e garantir uma comparação entre o cloro e o potencial de oxidação dos derivados clorados não estabilizados.

Mantenha sua piscina totalmente limpa e garanta a sua saúde e bem-estar.

No inverno tudo fica mais difícil

Para evitar possíveis danos causados pelas condições meteorológicas do inverno, considerando a inativação de sua piscina durante esse período, é recomendado que seja feito um procedimento de hibernação.

A hibernação é uma boa aliada nesse período, promovendo uma excelente conservação da piscina, pois o inverno pode causar muitos danos como, por exemplo, criar condições favoráveis para desenvolvimento de bactérias e algas, afetando a qualidade da água.

Continue a leitura e saiba sobre os procedimentos para cuidar da sua piscina.

Procedimentos da estação que valem para o ano todo

Existem alguns procedimentos que são indispensáveis quando o assunto aborda os cuidados que devem ser realizados para manter sua piscina em boas condições de uso. Sendo assim, a limpeza e desinfecção da água é um procedimento que deve ser habitual.

Deve-se estar atento para que ocorra a substituição da água com o cuidado de proceder à cloragem, ou outra forma de desinfecção química coerente. 

Com isso, é importante sempre verificar se a instalação está livre de outros riscos químicos e físicos.

Vale ressaltar que é de extrema importância saber a região do país em que se encontra situada a piscina, pois é necessário garantir um tratamento adequado, uma vez que existem regiões em que faz-se necessário proteger a água do calcário.

A piscina desempenha um papel social muito importante, sendo ela responsável por momentos de lazer e descontração. Levando isso em consideração, é válido estarmos atentos aos tratamentos necessários para que ela mantenha-se sempre limpa e distante de riscos à saúde.

Para isso, pode-se considerar os seguintes procedimentos de cuidados que valem para o ano todo, e que se intensificam no período de hibernação:

  • Realize uma limpeza cuidadosa, pois pequenos resíduos de sujeira podem ser acumulados ao longo do tempo e criar cenários propícios para o aparecimento de bactérias.
  • Atente-se para filtração e os tipos de dosagens de materiais de tratamentos químicos utilizados na desinfecção das águas.
  •  Lembre-se de verificar a qualidade da água.
  •  Desligue os equipamentos elétricos.
  • Esvazie a canalização, pois é algo importante para a conservação da estrutura geral da sua piscina.
  • Escolha uma cobertura adequada para instalar sua piscina; vale a pena adquirir algo específico para o inverno que garantirá mais resistência.

Atente-se aos cuidados com sua piscina e fique despreocupado com o período de inverno! 

Preciso hibernar a piscina?

Considerando a mudança das estações, é preciso que se tenha claro que, caso não tenha uma piscina com sistema de aquecimento, é o momento oportuno para o processo de hibernação. Portanto, é necessário manter-se atento a alguns procedimentos de limpeza.

A hibernação consiste em um período em que a sua piscina entrará em “stand by”, limitando a atividade da água durante os meses de inverno. Dessa forma, a água mantém-se em boas condições para uso posterior.

Vale lembrar que a primeira hibernação deve acontecer sob supervisão de um técnico, pois assim pode-se evitar complicações futuras; levando em consideração que os meses de frio são desfavoráveis para o revestimento da piscina, uma vez que ele pode ficar sujeito a manchas ou outros meios de degradações.

É importante informar que não é indicado o uso de ácidos agressivos para realização da limpeza de sua piscina, pois esse tipo de produto força uma degradação progressiva do revestimento

Por isso, a hibernação é uma excelente opção para manter a preservação dos cuidados de higienização. Seguem algumas orientações relevantes para esse período:

Tratamento da água

O chamado hibernador ou invernador é um produto específico para garantir os cuidados da água nos períodos de hibernação. Atuando como bactericida, impede o surgimento de algas, fungos e bactérias. Deve-se observar possíveis incompatibilidades com produtos já existentes na água.

Limpar o filtro

Um procedimento anterior ao desligamento do circuito hidráulico da sua piscina, é a limpeza do filtro. Portanto, é necessário que se retire os cartuchos para que sejam lavados em uma solução ácida.

Proteção do espaço técnico

A proteção do circuito hidráulico é de extrema importância, uma vez que existe a possibilidade de inundação no período de inverno.

Proteção da água

Um cuidado necessário que não se limita apenas ao período de hibernação. É importante a remoção regular de folhas e demais resíduos que possam estar presentes na piscina.

Manter a piscina limpa é um passo de manutenção necessário para que você possa ficar despreocupado no seu próximo uso.

Revestimentos Lantai para piscinas, uma reforma que vale o novo visual

O uso de revestimento faz parte da história em projetos de construção, sendo muito utilizados em ambientes internos e externos. 

Para tanto, não é à toa que o uso das pedras naturais agregam um toque exótico e sofisticado na reforma das áreas onde o revestimento é aplicado.

A Lantai oferece excelentes opções de revestimentos para piscinas, garantindo ambientes que comportam pedras de alta durabilidade, resistência, além da exuberância e sofisticação na escala de cores. 

Caso você esteja pensando em reformar ou construir sua piscina, a escolha de pedras naturais proporcionará uma elevação nos padrões estéticos do seu projeto.

Para tanto, é válido ressaltar a importância de profissionais que tenham conhecimento técnico para realização da aplicação do revestimento escolhido, tais como engenheiro civil ou arquiteto.

Garanta uma boa experiência com os revestimentos da Lantai e deixe seu projeto com um novo visual.

Conheça a Pedra Hijau, originária da Indonésia

Originária dos tufos dos vulcões da indonésia, a Hijau é uma rocha ígnea composta de zeólito e quartzo, um material de origem vulcânica que promove um encantamento instantâneo pela sua tonalidade esverdeada, podendo se intensificar quando em contato com a água.

É uma pedra natural que se destaca pela versatilidade, sendo muito utilizada por arquitetos no revestimento tanto de áreas externas quanto na decoração de ambientes internos, destacando-se em lugares como piscinas, espelhos d’água, cascatas, banheiros e saunas, pois é adequada para uso em áreas molhadas, garantindo um efeito único ao ambiente.

Por ser uma pedra de origem vulcânica, é um revestimento resistente às intempéries do tempo e apresenta grande durabilidade. Além disso, é não corrosiva e apresenta alta resistência à umidade e abrasão, e aos raios UVA e UVB do sol.

É comumente encontrada em revestimentos das luxuosas vilas da ilha de Bali, uma vez que apresenta propriedades terapêuticas e proporciona a integração de um ambiente harmônico. 

Strato de Microsseixos: acabamento sem emendas

O Strato de Microsseixos é um produto formado pela composição de uma resistente resina e granulado de pedras naturais de diferentes tipos e tamanhos, em estado inteiro e arredondado.

Esse produto, quando misturado com colantes especiais, possibilita a aplicação em superfícies de pisos e paredes. No entanto, não deve ser aplicado em madeiras, cerâmicas, azulejos, gessos e em superfícies irregulares.

A forma contínua em que é aplicado proporciona um diferencial na beleza de áreas externas e internas. Pode-se considerar o uso do Strato de Microsseixos não só em locais como muros, calçadas, ao redor de piscina, mas também em ambientes como banheiros, cozinha, living e espaços gourmet.

Sendo um revestimento que caracteriza a evolução do Fulget natural, a Lantai compõe em sua linha com um material resistente e que não apresenta emenda ou juntas de dilatação. 

Quando aplicado na área desejada, podemos observar que sua textura apresenta um toque agradável, deixando a superfície lisa e contínua.

A linha de Strato Microsseixos da Lantai apresenta as seguintes tonalidades: branco, bege, preto e cinza.

Acesse o site da Lantai e saiba mais sobre os cuidados de instalação técnica do Strato de Microsseixos.

Conclusão

Quando pensamos em um projeto de arquitetura que esteja idealizando revestimentos para áreas externas, a piscina é um lugar que garante destaque na nossa imaginação. 

Portanto, se embarcarmos em um projeto assim, é inevitável que a pedra Hijau fique de fora da escolha de revestimentos para piscina.

Essa pedra de origem vulcânica possui o mineral zeólito na sua composição, este que neutraliza metais pesados do corpo humano, consequentemente, garante propriedades terapêuticas e proporciona uma sensação de bem-estar.

Por esse motivo, é importante que a limpeza da piscina esteja regularizada para que seja possível usufruir de momentos únicos em um ambiente em que a beleza da coloração esverdeada da Hijau ganha um destaque caleidoscópio quando atingida pelos raios solares.

A Lantai compõe um catálogo com excelentes opções de revestimentos de primeira linha para incorporar projetos modernos. 

Saiba mais sobre a Pedra Hijau da Lantai

A Pedra Hijau é de origem vulcânica e proveniente da Indonésia.

Como a  Pedra Hijau pode agregar no seu projeto?

A pedra de beleza exótica e origem vulcânica, proveniente da Indonésia é conhecida por sua coloração esverdeada especial. Apresentada em dois tipos diferentes, lisa ou natural, é o revestimento perfeito para áreas internas ou externas, especialmente em lugares que haja contato com a água, onde sua cor é potencializada.

Quais são seus tipos?

Disponível nos tamanhos 20×20 cm e também em 10×10 cm, a Pedra Hijau embeleza de forma única ambientes projetados com esse material ao conferir um efeito marcante não apenas pela intensidade da cor, mas devido a sensação sinestética do que dos pés ao entrar em contanto com a pedra. É a união do charme com um vínculo com a natureza em perfeita simetria.

Além do tipo liso, há o Hijau em seu formato natural. Também utilizado como revestimento de parede em áreas internas e externas, é possível encontrar a pedra em seu formato bruto, irregular, específico das pedras naturais.

Mas qual o diferencial?

Independente do seu formato, a pedra Hijau é símbolo de bom gosto e refinamento. É tendência presente desde em projetos arquitetônicos modernos até aos mais rústicos.

Como os arquitetos enxergam a Hijau?

A pedra Hijau Natural é uma tendência de projetos arquitetônicos modernos. Pode ser utilizada em áreas internas e externas de uma casa. Um outro ponto a ser considerado é que a pedra hijau não necessita de rejunte, desta forma, dando mais uniformidade ao projeto.

Conheça todas os ítens dessa linha AQUI!